Notícias
Nota sobre o acompanhamento das salas de crise do Madeira - Cheia 2019
Cheia do Rio Madeira
Cheia do Rio Madeira inunda diversos pontos da Orla de Porto Velho

O primeiro semestre de 2019 vem sendo marcado por grandes movimentações no Centro Regional de Porto Velho (CRPV), devido à cheia do rio Madeira. Órgãos e entidades governamentais unem esforços para controlar os problemas e situações decorrentes da cheia.

Nesse período, a ANA (Agência Nacional de Águas) promove, em conjunto com o CEMADEN (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais), ONS (Operador Nacional do Sistema) e outros parceiros, a reunião da Sala de Crise do Madeira. Semanalmente, o CRPV abre suas dependências para os parceiros locais, tais como representantes da Defesa Civil e de empresas dos setores de combustíveis e de navegação, as quais sofrem influências direta e indireta do nível do rio, para acompanhamento dessas reuniões por videoconferência, contando com a participação de analistas do Censipam.

O objetivo é atualizar as informações hidrológicas, discutindo-se prognósticos e estratégias de mitigação dos impactos da elevação do nível ao longo do Rio Madeira. As localidades mais atingidas pela cheia 2019 foram Guajará-Mirim, Abunã, Porto Velho e Humaitá.



1 / 3
Bairro Nacional - Porto Velho
2 / 3
BR-364 Rio Igarapé
3 / 3
BR-264

The Woods
Cinque Terre
Mountains and fjords



SipamHidro 22 de Março de 2019 Monitoramento ambiental Deixe um comentário
Facebook

Twitter

Youtube
Níveis dos Rios

Reservatórios UHE

Estimativa de Chuva

Enchente e Inundação
Navegação Fluvial

Radar Meteorológico

Previsão de Chuva

Descargas Atmosféricas
© 2019 Censipam
Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia